sexta-feira, 24 de abril de 2009 In Repair

Muitas sombras no meu quarto. Muitas horas nesta meia-noite. Muitas curvas na minha mente. Muito à fazer para acertar meu coração. Está demorando demais. Eu poderia estar errado, eu poderia estar pronto. Mas se eu seguir os conselhos do meu coração... Eu deveria aceitar, ele ainda está quebrado. Eu estou em conserto, eu estou em conserto. Parado na esquina por um momento para esperar o vento soprar em mim. Espero que me leve aos meus velhos caminhos e traga uma vida nova em folha para mim. Está demorando demais, eu poderia estar errado, eu poderia estar pronto. Mas se eu seguir os conselhos do meu coração... Eu deveria aceitar, ele ainda está quebrado. Eu estou em conserto, eu estou em conserto. Agora estou caminhando no parque. Todos os pássaros dançam acima de mim. Talvez quando as coisas voltarem a serem verdes vai ser bom dizer que você me conhece. Está demorando demais, eu poderia estar errado, eu poderia estar pronto. Mas se eu seguir os conselhos do meu coração... Eu deveria aceitar, ele ainda não está pronto. Nunca realmente pronto! Nunca estou realmente pronto! Estou em conserto, não estou recomposto, mas estou quase lá. Estou em conserto, não estou recomposto, mas estou quase lá. Estou em conserto, não estou recomposto, mas estou quase lá. Estou em conserto, não estou recomposto, mas estou quase lá !


john mayer - in repair

5 outras vozes:

Jonh171Gatinho disse...

otimos textos como sempre

Alfenido disse...

Bom blog.
Não deixe de passar no
www.bloguei.com.br

ganésinho disse...

Metamorfose, incerteza, de fato john mayer sabe fazer música, pqp.

Otávio Machado disse...

Nós enquanto seres humanos estamos em constante processo de mudança, de reconstituição, de avaliação e reposição de novos conceitos, novas crenças, novas metas. Todos vão estar sempre em construção, ninguém nunca vai estar perfeita ou totalmente pronto. Você não só deveria aceitar, você precisa aceitar isso.
Corações são frágeis, sabe. Mas eles sabem se reconstituir como ninguém. Corações são como a gripe, têm um ciclo. Não adianta sonhar com um dia em que ele não vai se quebrar, porque ele vai fazê-lo sempre, e depois se reconstituirá, e se quebrará novamente. Isso também faz parte da vida, do seu constante processo de aperfeiçoamento - que nunca se conclui!
Desde o momento em que você nasce, você se acostuma com as coisas. A grama nunca vai ser tão verde, o seu aniversário a cada ano vai ser menos esperado, e a magia do natal vai se acabando, até já não fazer mais nenhum sentido e você não entender por que não sente mais aquele comichão, aquela ansiedade que você sentia todo dia vinte e cinco. Isso faz parte de crescer; privilegiados aqueles que sabem viver cada momento - mesmo que pela enésima vez - como se fosse o primeiro, analisá-lo com olhos, mente e sentimentos de criança. E então você percebe que nunca vai conseguir ficar pronto, nunca conseguirá chegar à perfeição, que você perdeu tantas qualidades, tanto sentimento, tanta emoção. Porque você cresce, e enquanto tenta remoldar todo o lado imperfeito de ser criança, você também denigre o lado perfeito desse estado.

Basta saber se você prefere aceitar as perfeições e imperfeições de gente grande, de criança, ou prefere uma média harmônica.

♪♫Kaique♫♪ disse...

Legal...

http://oblogdokaique.blogspot.com/

Vota na enquete?????