quarta-feira, 22 de julho de 2009 Quem sabe eu volte cedo ...

bom, eu ontem "quis" encerrar meu blog, mais uma vez. e como toda vez que eu penso em fazer isso me vem vários textos na minha cabeça, mas tem uma música que sempre cai perfeitamente.

" quem sabe eu volte cedo, ou não volte mais"


e fui ouvindo a música toda, e percebendo o quanto tinha a ver com o que estava acontecendo comigo ontem. eu estava gripado, achando que poderia estar com a a suína e só por isso parecia que tudo estava horrível. e para piorar aconteceu algo que não estava nos meus planos. quem ? o vírus. e tinha de ser , o que mais mexe comigo. me desestabiliza e me desestrutura, acaba comigo. e tudo sem razão, tudo sem motivo. tudo por causa do meu jeito de ser.

"Confesso, acordei achando tudo indiferente. Verdade, acabei sentindo cada dia igual. Quem sabe isso passa sendo eu tão inconstante. Quem sabe o amor tenha chegado ao final."

E se acabou, o que farei. Eu já sei que acabou e ainda insisto numa coisa que não tem mais ... sentido, razão. Só restou fantasia de tudo isso. Fantasias, músicas e lembranças.

"Não vou dizer que tudo é banalidade. Ainda há surpresas, mas eu sempre quero mais. É mesmo exagero ou vaidade, eu não te dou sossego. eu não te deixo em paz!"

E não consigo deixar. Por mais que eu tente, não consigo. Já está consolidado pra sempre em mim. Por mais que pareça para mim não é. Eu tento, mas tudo o que eu lembro é você. E tudo o que vivemos.

" Não vou pedir a porta aberta é como olhar pra trás. Não vou mentir, nem tudo que falei eu sou capaz. Não vou roubar teu tempo, eu já roubei demais. "

E é a mais pura verdade. Sempre quis que fosse da minha forma, do meu jeito. Mas hoje não é assim. Sempre soube que não seria pra sempre. Talvez eu tenha aprendido que não posso controlar a vida de outra pessoa. Que não posso escolher o que ela sente, o que ela deseja, o que ela quer fazer. Talvez eu entra aprendido. Talvez não. E vamos ficar nisso, até um de nós dar o braço a torcer. Talvez volte, talvez não. Quem vai dizer é o tempo.

"talvez eu passe um tempo longe da cidade. quem sabe eu volte cedo, ou não volte mais"

bom, é isso ! hoje eu já estou melhor, só estou sem voz. mas estou melhor. vírus

ao som de : ana carolina - confesso (?)

3 outras vozes:

Lorrαne રodrιgues disse...

ótimo post Lú, assim como todos os outros, e nem pense dinovo em fechar o RV (fazendo cara de mau) oaisaoi, beijos!

Victor disse...

Gostei muito do blog, e como a Lorrane disse, nem pense em fechar o blog... Esse post tá legal, como os outros, então não feche o blog... rsrsrs

Julio... disse...

MTO BOM O TEXTOO!!

PARABÉNSS!!

NUM FECHA NÃO POw""
RSS