domingo, 14 de junho de 2009 Start

bom, primeira parte do primeiro capítulo de "Do Começo ao Começo", a minha tal biografia.

...porque a noite é o começo do dia.
e o dia ... o começo de uma nova história. (Lucas Alsil)

ao som de : james morrison - please don't stop the rain
se der, leia ouvindo a música, fica mais legal =P (ou seja, clique e veja/ouça o vídeo)

Chove. Faz frio. Como sempre gostei. Na verdade não sei se sempre tive afeição pelo frio, as crianças não gostam de frio, de chuva. Talvez foi crescendo e vendo que o laranja do sol não me trazia felicidade, que eu comecei a perceber o quanto o frio me faz bem. Uma vez disseram que para eu entender a mente dos psicopatas dos filmes americanos deveria ser bem fácil. Lá todos eles gostam de frio, gostam de chuva, gostam de neve. Talvez seja sim, já me disseram que sou psicopata, deve ser por isso. Voltando, não me lembro de quando comecei a gostar de frio. Deve ter começado aos 15, aos 13, ao certo não sei. Frio e chocolate. Chuva e edredom. Quem há de dizer que são coisas que não combinam.

E hoje é isso que consome o meu dia, e vem consumindo a minha semana. Semana nostálgica essa; nostálgica demais. Tudo me lembra tudo. A infância, a adolescência. O ontem, o ano passado, o emprego passado, os amigos do passado. Tudo o que ficou lá atrás. Eu olho as lembranças que guardei e recordo. Sinto o perfume; volto ao local. Ouço a música; vejo toda a cena. É tudo nostálgico demais.

Eu meu olho no espelho; meu rosto mudou muito. Hoje eu tenho espinhas. Tenho barba, cavanhaque. Tenho tudo que quando era mais novo quis ter.

- Tem alguma coisa aqui ? - colocando a mão no queixo.
- Tem ! Uma espinha !
- Oba !
- Posso espremer ?
- Espreme .

Era assim, tudo o que me levava a crer e me sentir mais velho eu gostava.

- Olha a voz do Lucas está mudando.
- Não tia, com dor de garganta.
- Hum, sei. - no ar de deboche típico dos Almeida.

É estranho ver que mudei, ver que os outros mudaram. Ver que o Lucas gordo, que tinha celulite na barriga e nas costas não existe mais, foi embora e deixou esse no lugar. Magro, chato, irritante, insuportável. Hoje o Lucas tem 18 anos, e vários cabelos brancos. Sinais de Velhice ? Teria eu então, quase a idade de Niemeyer. Estress? Quem sabe, todos dizem que sempre ando ignorante demais, e hoje em dia tudo é estress mesmo.

E teria motivos, pra um rapaz de 18 anos andar estressado ?Sem mulher, sem emprego, sem muito dinheiro no bolso. Minha felicidade se resume a horas conversadas com qualquer pessoa que eu goste, ou sinta qualquer tipo de sentimento bom. Minha mãe diz que eu tenho apenas 18 anos. Eis o motivo. Muitos dizem que acabei de começar a vida, ou seja, um novo começo. Bom, posso esquecer de tudo o que vivi então. Um novo começo, uma nova chance. Um novo jogo, um novo jeito de jogar, de viver, de encarar a vida. Sou diferente em tudo. Tive dois começos, quero ter dois finais.

10 outras vozes:

PeÐro BanÐoli disse...

Foda manow, depois voc~e me diz que não escreve bem! aushauhsuahus
Espreme Ué - Deixa mancha porra - xD

Valter Angelo disse...

Aew rapá, muito bom teu post hein.
continua assim...


viajei lendo o seu texto, me identifiquei em algumas partes, legal!
[:D]

Igor Gonçalves disse...

muito interessante isso,de você contar como está sua vida e como é suas lembranças...mas lembre-se...tudo depende de você,só você é capaz de escolher o seu final !




http://youngmodernstation.blogspot.com/

theloreanaveia disse...

cara.. vc escreve mto.. qndo lançar seu livro me fala q eu compro!

flww

Lorrαne રodrιgues disse...

muito bom o texto Lú =)

Thaís disse...

Nossa moço, vc escreve muitooo bem, adoreiiiiiii


Bjinhusss

MattXFrehley disse...

nossa fikou muito foda e muito bem escrito

desde criança eu tbm gosto de frio e chuva

James Almeida disse...

Tens as sábias palavras. :D
Parabéns.

Abraço.

Beto Uchôa disse...

Mano tu manda bem em, esse eh um livro que tera muitas partes e ainda esta a ser escrito neh.
Abraço

Carol Pereira disse...

Muito bom seu texto, e 18 anos é uma idade dificil, somo novos para algumas coisas, mas temos que fazer escolhas para o resto da vida, nos falta maturidade muitas vezes, mas a cobrança é imensa, já passei por isso, mas acredite, o pior ainda está por vir.... uhauha Nao sou pesimistas, mas é a verdade, qto mais velhos ficamos maiores ficam os problemas, nossas cabeças mudam, oq ue nos ajuda, mas o problemas tbem mudam...
...porque a noite é o começo do dia.
e o dia ... o começo de uma nova história.
Perfeita essa frase;